A busca da excelência e da qualidade de serviços, toma cada vez mais espaço nas decisões das empresas e garantir a qualidade sanitária de um produto, implica na adoção de medidas preventivas e de controle em toda a cadeia produtiva, desde sua origem até o consumo. O controle higiênico-sanitário é fundamental em qualquer fase da cadeia produtiva e de distribuição de alimentos, para que sejam minimizados os riscos de ocorrências de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTAs). Então, toda essa cadeia deverá interagir e unir esforços para que o alimento consiga percorrê-la com maior segurança possível.

 

"G7 faz parceria com a De Marchi em evento anual"

G7 através da diretora e Sanitarista de Alimentos Nadya Molina, profere palestra sobre hortifrutícolas em setembro..

 

    (veja mais)